Podcast Interno: A Nova Tendência das Empresas

O podcast está no Brasil desde 2004, mas apenas nos últimos anos ele começou a se popularizar em nosso país. Desde então, o número de podcasts, dos mais variados assuntos, aumentou consideravelmente e já conquistou milhares de ouvintes e até apoiadores. Segundo a Associação Brasileira de Podcasters, em uma pesquisa realizada em 2019, o consumo dos últimos anos aumentou em 67%. 

Os podcasts são fáceis de assumir, já que podem ser acessados de qualquer lugar e a qualquer momento, de forma totalmente gratuita. Essa praticidade chamou a atenção das empresas, que viram e sentiram a necessidade de usar o podcast como um aliado para trazer os colaboradores para compartilharem o dia-a-dia na empresa e a rotina deles internamente. 

Esse novo formato de comunicação interna on-line, bem como a intranet e aplicativos corporativos, tem tomado cada vez mais espaço por serem considerados modelos eficientes e mais descontraídos de manter os colaboradores engajados, satisfeitos e informados. Além disso, o podcast é também uma forma de promover a colaboração entre os times, proporcionando um melhor relacionamento entre toda a equipe de uma forma natural. 

Neste post, a Vivaintra preparou um conteúdo especial de como criar e planejar um podcast interno, uma tendência corporativa atual que irá melhorar ainda mais o relacionamento entre empresa e equipe. Confira! 

Antes de tudo: o que é um podcast?

Quando se fala sobre um podcast, se fala – sobretudo – de um conteúdo em áudio que pode ser disponibilizado por meio de um arquivo baixado ou streaming. Independentemente de qualquer que seja o meio no qual esteja vinculado, o podcast pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer momento. 

O podcast possui assuntos específicos e é extremamente parecido com um programa de rádio. Os episódios costumam ser longos e um dos maiores desafios é justamente conseguir prender a atenção e manter uma dinâmica. Isso porque, quanto maior o tempo, maior será o desafio de gerar interatividade com o telespectador. 

1º Passo: defina um nome, tema e formato

É importante que tenha extremamente definido de que forma o podcast será feito e qual será o seu conteúdo. Ao considerarmos produzir um podcast interno, é importante pensar em um nome que tenha sentido com a memória, história e cultura da empresa. O mesmo vale para os temas abordados. Temas que lembrem a cultura da empresa, ou algum propósito que a empresa queira alcançar, é uma excelente oportunidade para reforçar – ainda mais – a importância e o papel do colaborador(a).

O formato é outro ponto que precisa ser bem desenhado e estruturado. O ideal é pensar se, para a empresa, vale separar os times ou se seria melhor convidar apenas um representante da equipe para participarem dos episódios.  Além disso, outro ponto para pensar e definir é se os assuntos e temas serão direcionados a um departamento específico ou de forma que integre todos os times. 

2° Passo: crie um roteiro

Antes de roteirizar o podcast, é preciso definir o tema e quais serão os participantes. Feito isso, o roteiro precisa ser estruturado. É a partir do roteiro que dará início a gravação e conduzirá o meio e o fim do episódio. 

É preciso que seja pensado quais serão os assuntos levantados, se as perguntas terão ligação entre si e/ou se serão direcionadas ou não. Além disso, é preciso que seja definido de que forma os participantes serão apresentados, quem será o mediador da conversa, quais serão os avisos iniciais, apresentação do episódio e como será feito o encerramento.  

Vale ressaltar que elaborar um roteiro nada mais é do que ter um direcionamento do que deverá ser feito. Isso quer dizer que não é para se prender ao que está escrito. O mais importante é conduzir o podcast de uma forma leve, descontraída e informativa. Caso seja necessário, o roteiro entraria para auxiliar e garantir que os assuntos não sejam desviados do foco principal. 

3° Passo: escolha os equipamento adequados

O mais importante para um podcast é, sobretudo, a qualidade do áudio. Por isso é tão importante que as ferramentas sejam pensadas de forma criteriosa. Caso seja necessário realizar a gravação pelo computador, é primordial que os colaboradores tenham acesso à internet de qualidade, tenham headset com microfone e que a gravação seja feita por um site e/ou aplicativo voltado para a captação de áudio. 

Se o projeto se estender e se popularizar, ou caso as gravações sejam feitas presencialmente, é extremamente importante que a empresa priorize uma sala com isolamento acústico, microfones para os participantes e algum responsável para acompanhar – ao vivo – a gravação, de forma que possa evitar quaisquer problemas técnicos durante a gravação. A aquisição e preparação dessas ferramentas irão agregar ainda mais valor e qualidade para o podcast.

4° Passo: trabalhe na edição da sua gravação

Após a gravação, e antes que seja divulgado para todos os colaboradores, o responsável irá encaminhar o áudio para a edição. O profissional responsável por esse processo será o editor, que fará os cortes necessários, incluirá a vinheta inicial e, se necessário, acrescentará músicas e/ou efeitos sonoros para melhorar – ainda mais – a narrativa, além de trazer mais dinâmica para o episódio. 

5° Passo: divulgue seu Podcast em sua Intranet

Depois de tudo pronto, basta publicar. Por ser um podcast interno é importante que os colaboradores tenham um espaço em que possam acessar facilmente, de onde estiverem e quando quiserem. Considerando estes aspectos, a Vivaintra, a nossa intranet corporativa, possui uma série de ferramentas que poderão ser utilizadas para facilitar, ainda mais, o relacionamento entre empresa e colaborador. 

Com um design limpo e intuitivo, a Vivaintra possui o módulo Notícias, permitindo que a empresa categorize da forma como achar melhor. Isso significa que, se achar ideal, a empresa consegue nomear uma categoria como Podcast Interno.

Feito isso, basta convidar os colaboradores, gravar, editar e divulgar o podcast para ouvirem os novos episódios liberados. 

Quer saber mais? Converse com o nosso especialista!

Deixe uma resposta Cancelar resposta